A Sociedade    |    Palavra do Presidente    |    Oftalmologistas Sócios    |    Sociedades Filiadas    |    Leis e Normas    |    Glossário    |    Recomendações
SBO EM AÇÃO
Verão com temperaturas mais elevadas exige cuidados redobrados com a visão
 
Óculos de sol coloridos agradam a todas as crianças, que devem estar sempre bem hidratadas. Água de coco hidrata o corpo, repõe os sais mineraise combate a pressão arterial: o potássio neutraliza o efeito do sódio no corpo
 
Até o dia 20 de março de 2019, estamos sob a égide do Verão, estação que este ano está batendo recordes de temperaturaselevadas, como já havia sido anunciado pelos especialistas em clima, efeito do aquecimento global do planeta.Mas mesmo após o término oficial do Verão,a previsão é que as temperaturas continuem elevadas.O aquecimento é consequência da formação do fenômeno El Niño, que também vai provocar mais chuvas em boa parte do Brasil.

A média histórica de temperatura máxima em todo o Brasil é de 31.5ºC no trimestre(dezembro, janeiro e fevereiro), conforme o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC-INPE). No entanto, nós últimos dias no Rio de Janeiro, por exemplo, a temperatura tem ficado em torno de 36ºC. Em São Paulo, as temperaturas têm chegado a 32ºC, em Porto Alegre, também 32º.
 
Filtro solar, pasta d’água, ajudam no combate aos efeitos do sol
 
No entanto, o brasileiro ainda não se conscientizou dos danos da exposição ao sol tanto para a pele quanto para os olhos, segundo alertam dermatologistas e oftalmologistas.

Com objetivo de proteger a saúde ocular do brasileiro nessa época do ano, aSociedade Brasileira de Oftalmologiavolta a alertar: os olhos merecem atenção redobrada durante o Verão.

Época de férias escolares, de muitos passeios, praias e piscinas cheias, com grande concentração de pessoas, maior exposição ao sol, o Verão também é terreno fértil para o desenvolvimento de vários problemas, tais como conjuntivite.

- Tanto a água do mar quanto a das piscinas podem provocar irritação nos olhos, levando à conjuntivite explica Armando Crema, presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmologia, ao enfatizar a importância redobrada também com os cuidados com a higiene. Não compartilhar artigos de maquiagem, por exemplo, é fundamental. Nunca se deve esfregar os olhos, usar sempre lenços de papel descartáveis, ressalta Armando Crema, presidente da SBO.

Ainda, segundo o presidente da SBO, é recomendávelevitar ambientes fechados e aglomerações. Em caso de alguém na família com sintomas de conjuntivite, deve-se separar a roupa de cama e banho, lavando-a separadamente, e procurar o oftalmologista quando surgirem os primeiros sintomas: vermelhidão, coceira, lacrimejamento dos olhos irritação e secreção.

- Muitos pacientes adquiriram o costume de se automedicar usando colírios, o problema é que o uso sem prescrição médica só para aliviar os sintomas acaba mascarando algum problema oftalmológico sério. Não existe colírio inócuo. Ele deve sempre ser receitado por um médico oftalmologista, ressalta Armando Crema.

Para evitar problemas com os olhos, é importante também o uso de bonés e chapéus, óculos de sol de qualidade, com as proteções UVA e UVB. Uma lente escura de má qualidade pode comprometer a visão, piorando os efeitos dos raios ultravioletas.

A Sociedade Brasileira de Oftalmologia lembra ainda que as crianças só devem se expor ao sol até às 10 horas da manhã ou depois das 17 horas, sempre com óculos, bonés, chapéus e filtros solares. Os óculos de sol infantis fabricados atualmentesão inquebráveis, com aros e hastes coloridas que estimulam as crianças a usá-los com facilidade.

Nessa época do ano, devido ao contato maior com a água do mar e piscina eaumento da exposição ao sol, a Síndrome do Olho Vermelho é mais comum. Caracterizada por lacrimejamento, coceira, sensação de corpo estranho, queimação, fotofobia (desconforto com a luminosidade) e visão borrada, a Síndrome do Olho Vermelho pode ser indicação não só de conjuntivite, mas de ceratite de exposição, decorrentesdo aumento da exposição às radiações solares.

Comos raios ultravioletas (UV) mais agressivos, os riscos de queimaduras, irritações na córnea e doenças infecciosas também são maiores. Nos estados onde vigora o horário de verão, o ideal é evitar a exposição em excesso entre 10 e 16 horas.

Mas não são apenas as crianças que devem se proteger, mas também os adultose idosos. Chapéus, óculos de sol, filtro solar, beber muita água devem fazer parte do dia a dia nessa época do ano. Com o Carnaval só chegando em março, aglomerações vão se estender por um tempo maior destaca Armando Crema, ressaltando que todos devem ter seu próprio kit contra os efeitos da radiação solar e do calor, que também podem provocar insolação.
 
Idosos e jovens devem caminharna beira d’água, bem cedo, antes do sol das 10 horas. O exercício ajuda a relaxar e revigorapara as atividades do dia
 
A Sociedade Brasileira de Oftalmologia recomenda alguns cuidados durante a estação:
  • Lave sempre as mãos.
  • Use óculos escuros com fator de proteção UVA e UVB.
  • Protejer-se do sol com chapéus e bonés.
  • Evitar exposição em horários de pico do sol.
  • Não utilizar colírio sem orientação médica.
  • Os usuários de lentes de contato devem ter atenção redobrada, atentando à assepsia das lentes de contato, utilizando sempre as soluções indicadas.
  • Às mulheres uma recomendação importante: nunca compartilhar produtos de maquilagem.

A qualquer sintoma de mal estar nos olhos, a recomendação é procurar um oftalmologista não se devendo nunca aproveitar a receita de um amigo, um vizinho, um parente, conclui Armando Crema.

 
IDENTIFICAÇÃO
Para acessar a área do médico, identifique-se informando os campos solicitados abaixo:
 
Revista Brasileira de Oftalmologia
Submissão de artigos para Revista Brasileira de Oftalmologia
Acesse:   
 
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
11
ABR
Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Ocular comemora 45 anos de história, no 27º Congresso Internacional de Oculoplástica, de 11 a 13 de abril, no Centro de Convenções, em Goiânia (GO)
18
JAN
Confira as áreas temáticas com os respectivos coordenadores disponíveis no Programa Científico, no site do X Congresso Nacional da SBO
17
JAN
Mais de 20 palestrantes internacionais e 40 brasileiros participam do Curso UV-Eye, do Instituto da Visão (IPEPO), de atualização dos conhecimentos em diagnósticos e tratamento de Uveítes, de março a junho de 2019. Saiba mais na área do médico em Banco de Oportunidades
16
JAN
Vaga para oftalmologista em uma clínica em Asa Norte (DF). Saiba mais na área do Médico, no link Banco de Oportunidades
08
MAR
Estão abertas até 8/3, as inscrições para o Programa de Subespecialização 2019 - Córnea Clínica e Cirúrgica do Iorj. A prova acontecerá dia 11/3
05
FEV
A partir de 5/2/2019, estão abertas as inscrições para o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Oftalmologia, uma parceria da Estácio de Sá com a SBO
22
NOV
Confira na íntegra a palestra "Retinopatia da prematuridade: Diagnóstico e evolução dos tratamentos", proferida por Mário Motta, no Relatório Anual da SBO 2018. Veja na área do Médico, no link Seleção do Mês
07
FEV
O Cepoa abre inscrições até 7/2/2019, para oportunidades como o Curso de Iniciação em Oftalmologia, Fellowship em Retina Clínica, entre outros. Saiba mais na área do Médico, em Banco de Oportunidades
03
DEZ
Em parceria com SBO e Estácio de Sá, o Ibap oferece duas vagas para o Estágio de Especialização em Nível de Pós-Graduação. Inscrições de 3/12/2018 a 31/1/2019
18
JAN
O Instituto Brasileiro de Assistência e Pesquisa (Ibap) oferece três vagas para Programa de Fellowship. As provas acontecerão dia 18/1/2019. Saiba mais na área do médico, em Banco de Oportunidades
 
 Rua São Salvador, 107 - Laranjeiras - RJ - Cep: 22.231-170    Tel.: +55 (21) 3235-9220     E-mail: sbo@sboportal.org.br   E-mail Imprensa: midia@sboportal.org.br